Concreto Projetado por Via Úmida

Concreto Projetado por Via Úmida

O Concreto Projetado por via úmida fluxo denso pode ser aplicado em Barragens, Minas, Metrôs, Muros, Canais, PCH´s, UHE´s, Piscinas, Pistas de Skate, Revestimento de Taludes, Recuperação de Estruturas, Reservatórios, Silos e Unidades Armazenadoras, Subsolos, Túneis e entre Perfis Metálico.

Com sistema de projeção por via úmida fluxo denso é possível se obter:

  • Rapidez de execução;
  • Baixa reflexão (máximo 12%)
  • Excelente acabamento (Sarrafiado, Desempenado ou Filtrado imediatamente após a realização da concretagem)
  • Ótima relação custo/benefício;
  • Melhor desempenho estrutural;
  • Maior produtividade (aproximadamente 40m3/dia/equipamento)
  • Elevada compacidade.

      Aplicação de concreto por via úmida

      O concreto pode ser aplicado tanto na vertical como na horizontal (de baixo para cima) com baixo índice de reflexão, além disso é possível adicionar fibras de aço ou sintéticas e aditivos superlastificantes e superfluidificantes ao concreto na própria obra ou na usina, permitindo ser empregado em diversos tipos de obras:

      - Muros de todos os tipos (arrimo, fechamento e subterrâneos);
      - Cortinas;
      - Recuperação de estruturas;
      - Túneis;
      - Barragens;
      - Reservatórios;
      - Piscinas;
      - Silos;
      - Proteções mecânicas
      - Consolidação e proteção de taludes.

      Procedimento de projeção de concreto por via úmida

      O procedimento de projeção de concreto por via úmida consiste no transporte de áridos (cimento, areia e pedrisco) em grande velocidade através de tubulação e mangotes para impactar e compactar o concreto sobre uma superfície.
      Na ponta do mangote é aplicado somente ar comprimido para que o concreto seja projetado pneumaticamente em alta velocidade sobre uma superfície. A diferença entre o concreto convencional, que é aplicado e depois compactado (vibrado) em uma segunda operação, é que o concreto projetado é aplicado e compactado ao mesmo tempo, devido à pressão com que é lançado desde o mangote.

      História da projeção de concreto por via úmida

      O princípio de “Gunite” foi descoberto em 1907 por Carl E. Akeley, escultor e naturalista do Museu Americano de História Natural. A necessidade de se fazer modelos de animais pré-históricos, aplicando à mão misturas de argila sobre matrizes de esqueletos para dar forma à figura destes animais, levou o Dr. Akeley a inventar um método para que através do ar comprimido ele pudesse colocar a mistura seca de cimento e areia em um depósito e que pela pressão exercida a mistura seria transportada através de uma mangueira.
      No ponto de saída da mangueira, seria aplicada a quantidade necessária de água e assim projetar a mistura sobre a armação de arame, sem escorrer, onde, devido ao seu baixo escorrimento, seria possível dar o acabamento necessário.Esse método satisfatório para a produção destes modelos de animais, resultou na fabricação de uma máquina chamada “Cement-Gun” a qual foi patenteada em 1911, tendo seu nome “Gunite” registrado como marca. Em 1971 seu nome passou a ser de domínio popular. Mais tarde o método se modificou agregando a água diretamente à mistura a ser projetada (Projeção “Via Úmida”) para garantir a exata relação água/cimento.